Avivamento da Rua Azusa

O Avivamento da Rua Azusa foi um autêntico derramamento do Espírito Santo sobre a cidade de Los Angeles, em 1906, nos Estados Unidos.

Esse avivamento foi inegavelmente uma ação transformadora do Espírito que dominou todas as raças e pessoas daquele lugar.

Esse avivamento que ocorreu há mais de 100 anos, ainda soa aos nossos corações por um despertar de um coração incendiado por Jesus.

Esse avivamento possui tão grande significado que inclusive, recentemente se tornou uma linda peça de teatro aqui no Brasil, chamado “Rua Azusa –O Musical”.

 

Esse avivamento rompeu todas as barreiras sociais e raciais, aproximando negros e brancos, em uma sociedade que sofria as marcas do racismo.

Banner WhatsApp - Marcos Willian - oMarcosWillian

 

O cenário por trás do Avivamento da Rua Azusa

 

Se coloque no seguinte contexto histórico: uma época de luta racial de um povo clamando por liberdade e igualdade. Pessoas que carregavam as marcas do racismo, escolheram viver um relacionamento intimo com Deus.

Liderados por um homem negro e com um coração queimando de amor por Jesus, esse grupo decide ter um encontro real com o Amor e Fogo de Deus.

Esse é o cenário que ilustra a história do Avivamento da Rua Azusa.

O Avivamento da Rua Azusa influenciou milhares de pessoas e igrejas ao redor do mundo. Consequentemente esse fato é considerado um dos maiores avivamentos da história da humanidade.

Assim como todo avivamento, ele não começou com muita oração e corações sedentos por mais do fogo de Deus.

 

Um professor, um ideal e um aluno.

 

Tudo começou através do ministério de Charles Fox Parham, em 1898. Charles Fox Parham foi um pregador americano que abriu uma escola bíblica, na cidade de Topeka, nos Estados Unidos.

Devido à sua obediência ao chamado de Deus, inúmeros jovens foram impactados pelo seu ensino. Um desses jovens foi o fundador da Missão Azusa. Esse aluno foi o pastor William Seymour.

De fato, um jovem negro, pobre, cego do olho esquerdo, devido ter contraído varíola quando mais novo e ainda por cima, vindo de uma família de ex-escravos, nascido em 19870.

Esse garoto, William Seymour era apaixonado pelos ensinamentos bíblicos de Charles Fox Parham. Todavia naquela época nos EUA, por questões de leis racistas, negros não podiam estudar na mesma sala que brancos.  Por isso ele sempre ficava do lado de fora da sala, acompanhando atentamente aquele pregador e professor.

Acima de tudo Seymour foi totalmente marcado e impactado pela influência de seu professor. O jovem cresceu com fome e sede pela Palavra de Deus e se tornou pastor de uma igreja chamada Holiness, na cidade de Los Angeles.

É impossível falar sobre o Avivamento da Rua Azusa sem falar sobre William Seymour.

Avivamento da Rua Azusa - Site - Marcos Willian William Seymour - Rua Azusa - Ficha Técnica - Marcos Willian

 

Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus

Entretanto tudo era muito difícil para um rapaz com as características de Seymour. Em um determinado momento de sua vida adulta, ele ficou desempregado.

Porém esse desemprego serviu como impulsionador de sua rotina de oração e busca a Deus.  Ele conseguiu investir mais horas em seu objetivo de buscar a Deus.

 

Às vezes nos queixamos de tantas coisas e investimos tão pouco tempo em oração… Seymour antes do desemprego já tinha o hábito de orar em média 5 horas por dia. Após a saída do emprego, ele aumentou seu tempo de oração para 7 horas diárias.

 

Sobretudo através dessas 7 horas, ele tinha um grande objetivo: receber a plenitude do Espírito Santo na sua vida.

 

O seu mais profundo pedido a Deus era receber aquilo que o seu professor da infância havia ensinado.

Seymour queria “o verdadeiro Espírito Santo e fogo, com línguas e o amor, e o poder de Deus, como os apóstolos tiveram.”.

Paralelamente a esses acontecimentos, William Seymour, abriu uma reunião de oração e seu grupo se encontrava na casa da família Asberry na Rua Bonnie Brae, 216.

O grupo levantou uma oferta para trazer Lucy Farrow, que havia recebido o batismo no Espirito Santo, na cidade de Houston.

Avivamento da Rua Azusa - Marcos Willian - marcoswillian.com - @oMarcosWillian (1)

 

Dia  09 de abril de 1906

 

Assim no dia 09 de abril de 1906, ao se unir ao grupo de oração, Lucy Farrow orou por um dos irmãos que frequentavam a reunião, Eduard Lee.

Analogamente nessa oração, Eduard Lee caiu no chão e começou a falar em línguas estranhas. Naquela noite a maioria das pessoas que estavam naquela reunião, de forma sobrenatural, começaram a falar em línguas.

Uma pessoa que foi tomada pelo Espírito Santo foi a jovem Jeannie Moore, que tempos depois se tornaria a esposa do pastor William Seymour.

Inesperadamente quando ela foi tocada por Deus começou a falar em línguas e se sentou ao piano e começou a cantar louvores e tocar incrivelmente, apesar de nunca ter aprendido a tocar em sua vida.
Uaaau!

A partir daquela noite de 09 de abril de 1906, a casa da família Asberry na Rua Bonnie Brae, 216. Ficou pequena em comparação com a quantidade de pessoas que começaram a ir até lá para buscar o Batismo no Espírito Santo.

Surpreendentemente William Seymour até aquela data, mesmo orando 7 horas por dia e totalmente comprometido em ter uma verdadeira experiência com Deus, ainda não tinha sido batizado no Espírito… Mas isso, claro, foi por pouquíssimo tempo.

Semelhantemente logo ele também foi batizado!

Todavia confesso que ao receber de Deus aquilo que nos motivava a orar, geralmente interrompemos ou diminuímos a intensidade naquilo que abriu portas em nossas vidas.

Mas com Seymour não foi assim. A sua fome e sede por fluir no sobrenatural aumentou ainda mais e provocou o grande Avivamento da Rua Azusa!

PERMANEÇA FIRME Livro - Marcos Willian @oMarcosWillian marcoswillian.com

 

Ao ponto de fazer os alicerces cederem…

 

Porém eu ainda não contei para você como a pequena reunião que começou na Rua Bonnie Brae, foi deslocada para a Rua Azusa. Não é mesmo?

Sob o mesmo ponto de vista um documento histórico vai te explicar o que houve. É um testemunho sobre as reuniões na casa da família Asberry:

“eles gritaram durante três dias e três noites. Era páscoa. Pessoas vieram de todos os lugares. No dia seguinte foi impossível chegar perto da casa. Quando as pessoas entravam, elas caiam de baixo do poder de Deus e a cidade inteira foi tocada. Eles gritaram lá, até as fundações da casa cederem, mas ninguém foi ferido. Durante esses três dias, haviam muitas pessoas que receberam o batismo. Os doentes foram curados e os pecadores foram salvos assim que eles entravam na casa.”

 

Cconforme a casa da família Asberry ficou pequena demais para todo o mover que estava acontecendo, William Seymour e o seu grupo de oração procuram algum lugar maior para continuarem suas reuniões de oração.

Sendo assim eles procuraram e encontraram um lugar bem humilde, porém perfeito para a suas necessidades.

 

Um estábulo!

Um prédio na Rua Azusa, nº 312. Esse prédio tinha sido no passado uma igreja Metodista Episcopal, mas que sofreu um incêndio e ficou inutilizada, sendo usada como estábulo e depósito.

 

Avivamento da Rua Azusa - Marcos Willian - marcoswillian.com - @oMarcosWillian (2)

 

Antes de tudo eles limparam o lugar, jogaram fora todo entulho e escombros que ainda restavam ali e de uma forma super-humilde montaram a estrutura do novo lugar de oração.

De certo a vontade de adorar e servir a Deus era tão grande que eles fizeram um púlpito com duas caixas de madeira e bancos de tábuas, o primeiro culto na Rua Azusa, nº 312 foi realizado no dia 14 de abril de 1906. Ou seja, apenas cinco dias após o batismo no Espírito Santo na Rua Bonnie Brae.

 

Movimento Transformador

 

Inegavelmente esse movimento foi transformador e não parou tão cedo. Pelo contrário, ele atraiu milhares de pessoas da cidade de Los Angeles e cidades vizinhas, gerando o tão grande e importante Avivamento da Rua Azusa.

Esse avivamento foi tão transformador que produz frutos até hoje e eu já te conto quais são.

Inesperadamente muitos cristãos naquela cidade e cidade vizinhas já esperavam por um avivamento e por isso, se unirão à Missão da Rua Azusa.

 

Amor e Fogo, Curas e Milagres

 

Eventualmente participaram das reuniões de Azusa Frank Bartleman e outros que estavam clamando a Deus para fazer o mesmo que estava sendo feito naquela época, o chamado Avivamento no País de Gales. Eu conto nesse artigo.

O jornal da época, “The Apostolic Faith”, relatava que os cultos começavam por volta das 10h da manhã e duravam até às 22h, às vezes se prolongando até às 3h horas da madrugada.

As pessoas lotavam os cultos três vezes ao dia e as reuniões eram tomadas por curas e milagres criativos de Deus. Membros físicos, em pessoas deficientes, eram criados do nada.

Pessoas recebiam de Deus o chamado missionário e iam para outros lugares e nações pregar o evangelho.
Consequentemente pessoas eram batizadas no Espírito Santo e caiam debaixo da unção de Deus apenas por andar no quarteirão próximo ao prédio da Rua Azusa, nº 312.

 

Você consegue imaginar tudo isso acontecendo?! Definitivamente é impossível não se emocionar…

Avivamento da Rua Azusa - Marcos Willian - marcoswillian.com - @oMarcosWillian (3)

 

O Avivamento da Rua Azusa durou três anos, porém como eu disse anteriormente, seus frutos são evidentes até hoje. Preste atenção nos fatos a seguir:

 

Pessoas impactadas e gerações tocadas

 

A cima de tudo, o Avivamento da Rua Azusa foi responsável pelo início do movimento Cristão Pentecostal. Hoje o maior segmento da igreja evangélica no mundo.

Através do Avivamento da Rua Azusa as seguintes pessoas que frequentaram as reuniões da Rua Azusa produziram os seguintes feitos:

William H. Durham foi batizado no Espírito Santo em uma das reuniões da Rua Azusa, onde ele, após isso, formou missionários em sua igreja local, em Chicago.

Dois de seus evangelistas que foram enviados em missão foi E. N. Bell que se tornou o fundador da igreja Assembleia de Deus, nos Estados Unidos e também Daniel Berg, fundador da igreja Assembleia de Deus, aqui no Brasil.

Você consegue ter dimensão da importância do Avivamento da Rua Azusa? Ao conhecer esse grande acontecimento, você entender melhor a cultura das igrejas Assembleia de Deus.

Consequentemente é impossível não reconhecer a importância da igreja Assembleia para a evangelização do Brasil e o trabalho de resgates de milhões de vidas em nosso país.

Avivamento da Rua Azusa - Marcos Willian - marcoswillian.com - @oMarcosWillian (4)

 

Todo Avivamento gera movimento

Algo eu escrevi no texto “O que é Avivamento”: todo avivamento gera movimento e reforma social. Por isso, um coração que foi transformado através do arrependimento e encontro com Cristo, muda o ambiente que vive.

O movimento da Rua Azusa sofreu algumas perseguições, principalmente pela mídia da época. Um exemplo, o Jornal Los Angeles Times. Mas me conta se em algum momento da história, alguma perseguição conseguiu calar a voz de uma igreja disposta a viver para Cristo?

William Seymour veio a falecer em uma quinta-feira, no dia 28 de Setembro de 1922.

Avivamento da Rua Azusa - Marcos Willian - marcoswillian.com - @oMarcosWillian

 

Existem inúmeras lições que você pode extrair do Avivamento da Rua Azusa.

Algumas dessas lições que mais tem gritado ao meu coração atualmente são:

  • Um coração que queima por Jesus, pode incendiar uma geração.
  • Nenhum limite físico, social, educacional ou econômico podem nos impedir de buscar mais do Espírito Santo.
  • A vergonha de reconhecer que muitas vezes negligencio entregar ao menos uma hora do meu dia para buscar a Deus.
  • E que Deus não busca pessoas e nem condições perfeitas, mas sim, corações disponíveis para ADORAR e SERVIR a Deus.

Que esse relato histórico venha despertar o seu coração para buscar com mais intensidade o Amor e Fogo de Deus.

Viva a vida para ADORAR e SERVIR a Deus.
Abraços, Will.

 

Publicado Primeiro em: https://marcoswillian.com

Minhas Redes Sociais:

https://www.youtube.com/c/oMarcosWillian

https://www.youtube.com/oMarcosWillian

https://www.instagram.com/omarcoswillian/

https://www.facebook.com/oMarcosWillian

https://twitter.com/oMarcosWillian